quarta-feira, 13 de agosto de 2014

O exorcista - livro edição 40 anos



             Galera, se tem um filme que até hoje deixa muito marmanjo cagando fino, bota no chulé qualquer "atividade paranormal" meia boca, esse ainda é o Exorcista! Pro negócio "piorar" ( ou melhorar ), dependendo do ponto de vista, e concordando com aquela frase que sempre escutamos depois que assistimos um filme baseado em alguma novela escrita, " o livro é melhor "!  Realmente tenho que admitir, o filme é foda, mas o livro tem uma riqueza de detalhes que não tem como ser passada para película, se não teria que ser feita uma série ...

Vou por apenas um  trecho muito alucinante do livro ( fim do Cap 4) só para vocês terem ideia do que estou falando ...



" ...  uma variedade de profanações que eram amplamente sexuais por
natureza. Por exemplo, hóstias de tamanho incomum eram preparadas (feitas de farinha,
fezes, sangue de menstruação e pus), e então cortadas e usadas como vaginas artificiais com
as quais os padres copulariam ferozmente enquanto alucinavam que estavam estuprando a
Virgem  Mãe  de  Deus  ou  sodomizando  Cristo.  Em  outro  momento  de  tal  prática,  uma
estátua de Cristo era penetrada fundo na vagina de uma menina, e no ânus era inserida a
hóstia,  que  o  padre  amassava  ao  gritar  blasfêmias  e  sodomizar  a  menina
... "


É pressão meu velho !!! Ainda não terminei de ler, mas já tô pela metade ... e digo VALE a pena demais!   Em vez de vc ir ler a Revista Veja da semana .. vá ler um livro desse que tem menos desgraça ...

Fica a dica nessa porra!!    O Exorcista - Willian Peter Blatty

“Uma história incrível... intensa, forte e completamente viciante, uma combinação hipnótica de lição moral e história de investigação sobrenatural. Uma parábola de nossos tempos, uma conquista surpreendente.” The London Sunday Express

“Poucos leitores não se deixarão afetar. Bem-escrito, O Exorcista está para a maioria das histórias do tipo, como uma equação de Einsten está para as planilhas de um contador.” New York Times Book Review








Postar um comentário